Postalis apoia operação da PF que apura prejuízos do passado

A Operação “Amigo Germânico”, deflagrada nesta sexta-feira (17) pela Polícia Federal, é uma notícia positiva para o Postalis, seus participantes e patrocinador porque se trata de mais uma das ações que vêm sendo realizadas nos últimos anos para a recuperação de prejuízos causados por gestões passadas e responsabilização dos culpados.

Estas operações são embasadas em informações e documentos enviados ao Ministério Público Federal – MPF pelo próprio Postalis com a expectativa de que os responsáveis sejam punidos e os recursos sejam devolvidos ao Fundo de Pensão.

No MPF, existe uma equipe, denominada Força-tarefa Postalis, que, com o apoio deste Instituto, investiga os prejuízos causados por má gestão no passado, acionando a Polícia Federal, quando necessário.

A operação de hoje é mais uma dentro deste contexto que teve início em 2017 com uma intervenção da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) no Postalis e tem continuidade na gestão atual.
É importante esclarecer que a sede do Instituto e seus atuais dirigentes não são alvos da operação, ao contrário, dela participam como apoio indireto.

O Postalis segue em seu caminho de recuperação e de total apoio ao MPF, Polícia Federal e outras autoridades.

Mais de 1,7 mil pessoas participam da Live sobre a Solução para o Plano BD

Instituto respondeu ao vivo a dúvidas sobre o equacionamento e migração de plano.

A transmissão ao vivo feita na quarta-feira (11/08) pelo Postalis reuniu um público recorde: 1.761 pessoas assistiram à apresentação sobre a Solução do Plano BD e puderam enviar dúvidas e comentários ao vivo. A audiência foi mais do que o dobro da registrada na live anterior, sobre os resultados do Instituto em 2020.

O diretor de Gestão Previdencial, Carlos Alberto Zachert, fez uma apresentação inicial detalhando as duas etapas da solução:1) o equacionamento do déficit e 2) a migração opcional das reservas do Plano BD para um novo plano CD. Todas as informações estão resumidas no hotsite específico sobre o assunto, clique aqui.

Na sequência, o diretor e o gerente de Gestão Previdencial, Raul Rocha, responderam questões sobre as alíquotas a serem praticadas no equacionamento para ativos, aposentados e pensionistas; o desconto no abono anual (13º salário); a recuperação dos ativos de investimentos do Postalis no passado; as características do novo plano CD e outros temas. Cabe destacar que foram mais de 2.000 manifestações no chat da transmissão.

“Um déficit bilionário como o do Postalis, acumulado em gestões anteriores, é de difícil solução. Mas estamos certos que, usando outras experiências de fundos de pensão, adotamos a saída que mais preserva a renda atual dos participantes e assistidos, com a redução da alíquota extraordinária, e compensação em benefícios futuros”, comenta o diretor Zachert. Ele lembrou também que metade do déficit do PBD será arcado pelo patrocinador Correios, de acordo com a legislação em vigor.

Foram centenas de perguntas atendidas durante 1h30 na Live Postalis. Os participantes que não puderam acompanhar o evento ao vivo podem assistir a íntegra da gravação clicando aqui.

Além disso, no hotsite da Solução para o Plano BD há uma seção de Perguntas e Respostas Mais Frequentes (FAQ) para orientar os participantes com transparência. Essa seção vem sendo atualizada quando surgem novas dúvidas, para manter a comunicação direta com os principais interessados.

Clique aqui e conheça o hotsite.

Postalis transmite LIVE sobre solução do PBD e suas etapas

Evento será realizado no canal do Youtube e terá tira-dúvidas dos participantes ao vivo

Nesta quarta-feira (11/08), às 18h30min, o Diretor de Gestão Previdencial Carlos Alberto Zachert e equipe explicarão a solução encontrada para o Plano BD e que foi aprovada pelo Conselho Deliberativo no dia 16/07/2021. O evento será transmitido via internet pelo YouTube (live).

Para assistir, basta ter o computador ou celular conectado à internet e acessar o link: https://youtu.be/efC3QeymCnE . INSCREVA-SE NO CANAL e ative o sino de notificação para ficar por dentro das novidades do Postalis.

Esta solução foi elaborada por técnicos do Postalis, assessorados pela renomada consultoria Mercer, amplamente discutida com os Correios e com as associações de participantes ativos e assistidos, durante o último ano. Ela foi montada com o objetivo de não causar impacto imediato na renda dos participantes (sem aumento do valor da contribuição) e deixando as perdas para o futuro (redução de benefícios). Cabe destacar que as perdas poderão ser diminuídas pela recuperação de prejuízos causados no passado ao Postalis.

Clique aqui e conheça o hotsite.

Postalis lança hotsite da solução do PBD

Equacionamento será feito sem aumento das contribuições

O Postalis lançou nesta segunda-feira, 26/07, um hotsite sobre o equacionamento do Plano BD. Esse espaço virtual – publicado na 1ª página do site institucional –  contém os esclarecimentos necessários para que os participantes ativos, assistidos e pensionistas entendam do que consiste a solução encontrada para o déficit, suas fases, como se dará o equacionamento e as premissas em estudo para a criação do novo Plano de Contribuição Definida (CD). O plano será oferecido logo após o equacionamento e a migração será realizada de forma facultativa.

O hotsite também possui um espaço onde o participante pode conversar com o Postalis sobre a solução definida.

Esta solução foi elaborada por técnicos do Postalis, assessorados pela renomada consultoria Mercer, amplamente discutida com os Correios e com as associações de participantes ativos e assistidos, durante o último ano. Ela foi montada com o objetivo de não causar impacto imediato na renda dos participantes (sem aumento do valor da contribuição) e deixando as perdas para o futuro (redução de benefícios). Cabe destacar que as perdas poderão ser diminuídas pela recuperação de prejuízos causados no passado ao Postalis.

Clique aqui e conheça o hotsite.

Nesta quarta-feira (11/08), às 18h30min, o Diretor de Gestão Previdencial Carlos Alberto Zachert e equipe explicarão a solução encontrada para o Plano BD e que foi aprovada pelo Conselho Deliberativo no dia 16/07/2021. o evento será transmitido via internet pelo YouTube (live).

Para assistir, basta ter o computador ou celular conectado à internet e acessar o link: https://youtu.be/efC3QeymCnE . INSCREVA-SE NO CANAL e ative o sino de notificação para ficar por dentro das novidades do Postalis.

Conselho Deliberativo aprova solução para o déficit do PBD

Solução agora será encaminhada aos Correios e também deverá ser validada pela SEST e pela PREVIC antes de entrar em vigor

O Conselho Deliberativo do Postalis aprovou hoje, 16/07/21, a proposta de equacionamento do déficit do Plano BD, acumulado de 2015 até 2020, o que evitará a insolvência do plano que fechou o ano de 2020 com déficit de cerca de R$ 7 bilhões.

Como manda a lei, os Correios são responsáveis por cobrir metade do déficit, o equivalente hoje a R$ 3,5 bilhões. A outra metade deve ser paga pelos participantes ativos, aposentados e pensionistas.

A solução proposta foi construída a partir de longa discussão com representantes dos participantes e da patrocinadora e com base em práticas adotadas por outros fundos de pensão.

Antes de entrar em vigor, o equacionamento ainda deve ser aprovado por outras instâncias. Os próximos passos serão:

– análise pelos Correios;
– análise pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST);
– análise pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC).

Somente após a validação destes órgãos e da publicação da decisão da PREVIC no Diário Oficial da União será estabelecida a data de início da execução do equacionamento. A projeção é que esses trâmites sejam concluídos ainda em 2021.

Após o equacionamento do déficit, deverá ser lançada a segunda etapa da estratégia previdencial: a migração voluntária dos participantes do Plano BD para um novo plano na modalidade de contribuição definida, que eliminará os riscos de novos déficits.

Nos próximos dias o Postalis lançará um hotsite sobre o equacionamento do déficit do PBD, contendo informações e esclarecimentos a respeito, e um espaço para interagir com os participantes.

 

Diretoria celebra a ampliação da força-tarefa Postalis

Equipe passa a contar com mais um procurador e tem o apoio da atual gestão nas investigações

O procurador João Paulo Beserra da Silva foi designado como novo integrante da força-tarefa Postalis, que busca recuperar prejuízos causados em gestões passadas do Instituto. Atualmente lotado na Procuradoria da República na cidade baiana de Jequié, ele passará a atuar em conjunto com a procuradora Mirella de Carvalho Aguiar, que comanda a equipe de trabalho.

A atual direção do Postalis, que mantém ações próprias na Justiça e também participa como assistente de acusação junto a processos no Ministério Público Federal (MPF), celebra a decisão de ampliar a força-tarefa e reforça seu compromisso de apoio às investigações.

Desde a intervenção, o Instituto conseguiu reincorporar R$ 346,5 milhões aos patrimônios dos planos BD e Postalprev. “Continuamos buscando negociar acordos e dar suporte às operações da Justiça para reparar os danos causados por antigos dirigentes”, destaca o presidente Paulo Humberto de Oliveira. “E, mais importante, hoje temos um Programa de Integridade e uma governança mais elaborada, visando evitar desvios no presente e no futuro do fundo de pensão”, conclui.

Novas operações da Polícia Federal têm o apoio do Postalis

Investigados teriam desviado milhões do Instituto, que hoje colabora com a ação para recuperar os prejuízos

As novas operações anunciadas pela Polícia Federal na última semana – Combustão e segunda fase da Tergiversação – têm
o apoio do Postalis para tentar recuperar prejuízos causados ao fundo de pensão no passado.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Recife e Maceió, visando levantar provas dos desvios.

A atual gestão do Postalis colabora com o Ministério Público Federal como assistente de acusação, no intuito de recuperar prejuízos causados no passado aos participantes, assistidos e ao patrocinador.

“Estamos empenhados neste trabalho e todos os recursos recuperados serão devolvidos aos participantes, assistidos e patrocinador”, destaca o presidente do Postalis, Paulo Humberto de Oliveira. Desde a intervenção no Instituto, já foram recuperados R$ 346,5 milhões, por meio de ações na Justiça e negociações de acordos, valores que foram reintegrados ao patrimônio dos planos BD e Postalprev.

Instituto colabora com força-tarefa Postalis

Justiça acata denúncia, torna réus e bloqueia bens de mais seis ex-dirigentes do Instituto 

Na última terça-feira (13/10), a Justiça Federal do Distrito Federal acatou denúncia da força-tarefa Postalis, do Ministério Público, e tornou réus mais seis ex-dirigentes do Instituto acusados de fraudes em investimentos. 

A atual direção colabora com o Ministério Público e a força-tarefa para tentar recuperar prejuízos causados em gestões anteriores, por isso vê com satisfação mais essa ação. Todos os recursos recuperados são incorporados ao patrimônio dos planos BD e Postalprev, em benefício dos participantes, assistidos e patrocinador.

Segundo a denúncia, entre abril e dezembro de 2010, estes ex-funcionários foram responsáveis pelo aporte de R$ 50 milhões no fundo de investimento Lavoro II sem a correta avaliação de risco, acarretando prejuízos ao fundo de pensão. Eles também desrespeitaram o limite previsto para esta aplicação, acrescentando mais um elemento à denúncia de gestão temerária. A justiça determinou também o bloqueio de bens em até R$ 4,1 milhões dos envolvidos. 

Postalis reúne associações para discutir estratégia previdencial

Grupo de trabalho será formado,  junto ao Postalis, visando debater as propostas e fazer a interlocução entre as entidades representativas e o Instituto.

O Postalis, fundo de pensão dos empregados dos Correios, reuniu na tarde desta quarta-feira, (07/10), dirigentes das entidades representativas dos participantes para discutir a proposta de uma estratégia previdencial objetivando equacionar o déficit do Plano BD Saldado. A elaboração dessa estratégia foi uma exigência do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado entre o Fundo de Pensão, os Correios e a Previc, em fevereiro deste ano.

A reunião, realizada por videoconferência, reuniu mais de 50 pessoas, entre elas o presidente do Postalis, Paulo Humberto de Oliveira, dirigentes do Instituto e de cinco associações: FAACO (Federação dos Aposentados, Aposentáveis e Pensionistas dos Correios e Telégrafos); FINDECT (Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios); FENTECT (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares); ADCAP (Associação dos Profissionais dos Correios); ANIPP (Associação Nacional Independente de Participantes do Postalis), além de especialistas em previdência da consultoria Mercer – que dá suporte à proposta estudada pelo Postalis.

O Instituto apresentou um estudo inicial da estratégia e ouviu as demandas dos representantes dos participantes. Foi proposta a criação de um grupo de trabalho com representantes das entidades e do Instituto, para estudar e debater as propostas para o equacionamento do déficit e fazer a interlocução entre o Postalis e as entidades representativas.

“Essa primeira reunião teve o objetivo de abrir a discussão, afinal são vocês participantes e o patrocinador que são os maiores interessados na estratégia previdencial.”, declarou o presidente Paulo Humberto.

Nos próximos dias, o Postalis pretende lançar um hotsite sobre a proposta de estratégia previdencial, permitindo que todos os participantes e assistidos conheçam melhor e opinem sobre o assunto.