Postalis recebe visita do Superintendente da Previc

Na tarde da quarta-feira (14/09), o Diretor-Superintendente da Previc – Superintendência Nacional de Previdência Complementar, José Roberto Savóia, acompanhado do Diretor de Fiscalização e Monitoramento, José Carlos Sampaio Chedeak e do Procurador-Chefe, Fábio Lucas de Albuquerque Lima, estiveram na sede do Postalis, em Brasília, para uma visita institucional.

O presidente do Postalis, Paulo Humberto Cesar de Oliveira, ao dar as boas-vindas, apresentou aos dirigentes do órgão regulador o time de gerentes e assessores do Instituto. Paulo Humberto disse considerar a visita “um sinal de prestígio e consideração por parte da Previc e um estímulo a toda equipe do Postalis”.

Já o Superintendente da Previc disse “ser uma satisfação estar no Postalis sob uma situação totalmente diferente da anterior” e apontou a importância social do Instituto, nacionalmente. Ele destacou o grande número de participantes ativos e assistidos: “(…) mais de 150 mil, uma entidade grande em qualquer parte do mundo”. Savóia também elogiou o trabalho que vem sendo desenvolvido não só pela atual diretoria, como também por todo o quadro de funcionários que elevaram o Postalis à qualidade de EFPC com o menor custo administrativo para o participante de todo o Brasil.

Na sequência, os anfitriões conduziram os visitantes pelas áreas do Instituto e, ao final, se reuniram para uma pauta técnica sobre os déficits de 2020 e 2021.

 

Presidente do Postalis visita o Museu Correios

Visita está dentro do contexto de proximidade do Postalis com seu patrocinador Correios

Na última quarta-feira, 14/07, o presidente do Postalis, Paulo Humberto Cesar de Oliveira, acompanhado do seu assessor, Manoel Montenegro, visitou o Museu Correios em Brasília. Foi a primeira visita de um presidente do Postalis ao Museu Correios desde sua inauguração em 2012.

Com muita atenção e cordialidade, Paulo Humberto foi recebido pela Chefe do Departamento de Comunicação Corporativa Estratégica dos Correios – DECORE, Miriam Yvone Alves, e por seus colegas, Flávia Tongnole, Gerente Corporativo do Museu, Jomanuela Santos, Museóloga e André Quintanilha, arquiteto.

Em maio de 2014, com a modernização da marca Correios, o Museu Nacional dos Correios passou a se chamar Museu Correios. O edifício possui 7 andares, sendo cinco dedicados a exposições, além de um auditório para 90 pessoas, voltado para shows de música e peças teatrais. Seu acervo possui mais de um milhão de peças, em contínua ampliação, a maioria delas herdadas do Museu Postal (1889), do Museu dos Telégrafos (1906) e do Museu Postal-Telegráfico (1931). Seu papel fundamental é o resgate e a preservação da história dos Correios no Brasil.

“Fiquei muito surpreso com tudo o que vi, não só pelo conteúdo histórico, mas também pela organização e o estado de conservação das peças. É realmente muito interessante! Recomendo a todos a visita que certamente será muito prazerosa”, disse o dirigente.

Da esquerda para direita: André Quintanilha, Miriam Yvone, Paulo Humberto, Jomanuela Santos e Flávia Tongnole.

Nos últimos anos, o Museu Correios tem se destacado no cenário brasiliense com uma programação variada e inclusiva, garantindo o acesso de estudantes e do público em geral a diversas manifestações culturais. Funciona de terças às sextas-feiras, das 10h às 19h e nos sábados, domingos e feriados das 14h às 18h, no endereço: setor comercial sul (SCS) – Edifício Apollo, 256 – Asa Sul.