Conecta Postalis reúne 1,1 mil em Live de divulgação do Balanço de 2021

Diretoria Executiva respondeu perguntas enviadas pelos participantes durante o evento.

A primeira edição do Conecta Postalis, nova denominação da iniciativa de eventos ao vivo pela internet para aproximar o Instituto de seu público, reuniu na noite de quarta-feira (23/03) mais de 1,1 mil participantes. Durante duas horas, o presidente Paulo Humberto Cesar de Oliveira e os diretores Pedro Pedrosa, de Investimentos, e Carlos Alberto Zachert, de Gestão Previdencial, apresentaram os resultados do Postalis em 2021 e os projetos prioritários para 2022. Eles também responderam perguntas enviadas pelos participantes durante o evento.

O presidente destacou a aprovação sem ressalvas das Demonstrações Contábeis por todos os órgãos técnicos, auditorias, comitês e Conselhos Fiscal e Deliberativo. “É a comprovação de que os dados apresentados são fidedignos, que o balanço reflete exatamente o que houve no Postalis em 2021, mesmo quando os resultados não são positivos”, afirmou, ressaltando a transparência da administração. “Os desafios ainda são muito grandes, mas estamos melhorando as condições e evitando que elas piorem.”

A rentabilidade média dos investimentos do Instituto foi de 8,5% em 2021, acima da média do mercado, de 7,38%, conforme levantamento da Consultoria Aditus. No entanto, o Postalis, assim como 75% das entidades de previdência complementar fechada, não atingiu as metas atuariais, em torno de 15%.

O Diretor de Investimentos destacou a recuperação, somente em 2021, de R$ 441 milhões relativos a investimentos mal sucedidos de gestões passadas. “Desde a intervenção, o Postalis já acumula mais de R$ 600 milhões em valores recuperados e estamos trabalhando para recuperar o máximo possível”, comentou Pedrosa.

O Instituto encerrou o ano com 128 mil participantes nos planos PBD e Postalprev, em todo o Brasil. Segundo o diretor de Gestão Previdencial, foram pagos em dia R$ 1,17 bilhão em benefícios em 2021, número inferior ao R$ 1,03 bilhão arrecadado com as contribuições de participantes e patrocinadora. O aumento das provisões matemáticas (obrigações que o plano tem a cumprir) resultou no déficit acumulado de R$ 7,79 bilhões no Plano BD em 2021. Já o plano Postalprev registrou superávit acumulado de R$ 5,5 milhões. O Postalis tem um dos menores custos per capita do País, de R$ 558 por ano/participante. “Demonstra nossa eficiência administrativa e operacional”, destacou Zachert.

A Diretoria comentou as melhorias na oferta de empréstimos, os avanços no atendimento e tecnologias disponíveis aos participantes, e também ressaltou a importância da aprovação da solução para o Plano BD, que incluirá o equacionamento da dívida de participantes e patrocinadora, seguida pelo lançamento de um novo plano de Contribuição Definida, como opção de migração para os participantes. A solução, já validada pelo Postalis e Correios, se encontra em aprovação na secretaria do Governo Federal que coordena as empresas estatais (SEST) e deverá ser submetida também à Previc. A previsão é que o equacionamento entre em vigor em 2022.

Clique aqui e assista ao Conecta Postalis na íntegra. Clique aqui e veja a apresentação feita durante o evento.