PBD inicia 2024 sem déficit e próximo da implantação do PED

Equacionamento é essencial na transição do plano de uma fase de desafios financeiros para a sustentabilidade de longo prazo.

Após um processo rigoroso de aprovação junto aos órgãos competentes, o Plano de Equacionamento de Déficit (PED) referente ao PBD está na fase final de sua implantação. As novas alíquotas de contribuições extraordinárias entrarão em vigor a partir de fevereiro de 2024. Essa medida é essencial para levar o PBD de uma fase de desafios financeiros para uma de estabilidade e sustentabilidade a longo prazo.

Conforme estabelecido pelo Termo de Ajustamento de Conduta, celebrado em 2020, e pela Resolução CNPC nº 30/2018, o Postalis solucionou integralmente o déficit do PBD. Isso abrange os planos de equacionamento dos déficits de 2012 e 2014, bem como os posteriores. Inclui também as mudanças regulatórias do PBD, as quais foram amplamente discutidas com as entidades representantes dos participantes, e que foram recentemente aprovadas pela Previc (Portaria nº 1.034/2023), as quais englobam:

      • Supressão do benefício de Pecúlio por Morte.
      • Redução das futuras Pensões por Morte para 50% do benefício do valor do benefício dos atuais aposentados e do Benefício Proporcional Saldado (BPS) dos ativos.  
      • 13ª contribuição (desconto) correspondente a 75% do abono anual no caso dos assistidos ou do BPS dos ativos, a ser descontada em dezembro.

Essas mudanças representam um esforço coletivo e são fundamentais para assegurar a viabilidade do nosso PBD. As novas alíquotas foram cuidadosamente calculadas para refletir a responsabilidade compartilhada entre patrocinadores, participantes ativos, aposentados e pensionistas, garantindo o equilíbrio e a sustentabilidade do plano.

Após os recálculos atuariais, as novas alíquotas de contribuição extraordinária, válidas a partir de fevereiro de 2024, são:

Nota: * Alíquota para novos benefícios de pensão a partir de 22/11/2023.

Além disso, a contribuição patronal foi ajustada para incluir duas parcelas, uma financiada em 30 anos e outra calculada atuarialmente com prazo vitalício, reforçando nosso compromisso com a solidez do plano de benefícios.

A implementação do PED é uma medida estratégica, legalmente necessária, que visa não apenas a recuperação da solvência, mas também a melhoria da liquidez do plano. Continuamos comprometidos com a busca de soluções para fortalecer ainda mais o PBD, incluindo a recuperação de ativos, a estruturação de novos planos de benefícios e a otimização da gestão de recursos.

A participação e o apoio de todos, patrocinadores, participantes e assistidos, é fundamental a esse processo, garantindo a continuidade dos benefícios para nossos mais de 41.038 participantes (empregados em atividade) e 37.605 assistidos.

Agora, com o PBD equacionado, continuamos unindo forças – Postalis, participantes, assistidos e patrocinador – para avançarmos na reestruturação e manutenção do equilíbrio do plano.

Postalis dá posse a dois novos membros do Conselho Fiscal

Wesley Agutoli Biscari e Maria Viviane Londe assumem mandatos como suplentes indicados pela patrocinadora

Em cerimônia realizada nesta terça-feira (28) por videoconferência, o Postalis deu posse a dois novos integrantes de seu Conselho Fiscal, ambos indicados como suplentes pela patrocinadora: Wesley Agutoli Biscari assume o lugar de Vanessa Barbosa, que já ocupava a vaga de membro titular, e Maria Viviane Londe entra no lugar de Júlio Cesar Oliveira. O Conselho Fiscal é o órgão de controle interno do Instituto, composto por quatro membros efetivos e seus respectivos suplentes, sendo dois representantes da patrocinadora e dois eleitos pelos participantes, com mandatos de quatro anos.

O presidente do Postalis, Camilo Fernandes dos Santos, deu as boas-vindas aos novos integrantes e falou em nome do Instituto e dos demais diretores, Carlos Alberto Zachert e Walison de Melo Costa, também presentes na posse. “Mesmo na suplência, a responsabilidade não muda. O Conselho Fiscal cumpre um papel fundamental e essa diretoria preza pela independência e imparcialidade deste colegiado. Nosso segmento é dos mais fiscalizados do País e é bom que seja assim, porque traz tranquilidade ao participante e nos dá a certeza de que estamos no caminho certo”, avaliou o presidente, lembrando também que já cumpriu o papel de conselheiro em outros fundos de pensão ao longo de sua carreira.

Os novos conselheiros também reafirmaram a importância de sua missão. “Em todo o Brasil há funcionários dos Correios aguardando essa poupança para uma aposentadoria mais digna. Vamos cuidar e fiscalizar para que esse direito seja garantido”, disse Wesley Biscari. “Há 40 anos o Postalis entrega segurança financeira aos nossos colegas e nos motiva ver que o Instituto está sendo gerido com sustentabilidade e transparência. É papel do Conselho Fiscal fiscalizar e apoiar para que isso seja possível”, declarou Maria Londe.

O presidente do colegiado, Fábio Geraldo Oliveira Conde, foi além do papel de fiscalização e controle. “Ajudamos a melhorar a governança, direcionada para a transparência, para um Instituto que busca recuperar sua imagem externa e internamente”, reforçou. O conselheiro eleito José Olibério Alves também cumprimentou os novos colegas. “Nossa tarefa é facilitada quando estamos unidos em um mesmo propósito.”

Postalis realiza cerimônia de posse dos novos membros do Conselho Deliberativo

Em uma prestigiada solenidade realizada nesta quinta-feira (21/09), tomaram posse no Postalis o novo presidente do Conselho Deliberativo, Hudson Alves da Silva, que até então atuava como interino, e três novos membros do colegiado: os titulares Vinícius Moreno (que também será presidente substituto) e Angelo Saraiva Donga, além da suplente Ludmila Carneiro Cavalcante. Todos foram indicados pelo patrocinador Correios para compor o órgão máximo da administração, em cumprimento ao estatuto do fundo de pensão, e cumprirão mandatos até 30 de junho de2026.

A cerimônia foi realizada presencialmente na sede do Instituto, em Brasília, com transmissão pela internet, contando com a participação do presidente dos Correios, Fabiano dos Santos e de toda a Diretoria Executiva da empresa, além da Diretoria Executiva do Postalis. Como convidados participaram o superintendente da Previc, Ricardo Pena, e outros dois diretores do órgão fiscalizador, Alcinei Cardoso Rodrigues e João Paulo de Souza; os deputados federais Arlindo Chinaglia, Kiko Celeguim e Alencar Santana; e o chefe de gabinete da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Richard Back, representando o ministro Alexandre Padilha, juntamente com os demais membros do Conselho Deliberativo e Fiscal do Instituto, representantes de associações, federações e sindicatos que reúnem participantes e assistidos do Postalis.

Em nome dos conselheiros empossados, o novo presidente, Hudson Alves da Silva, agradeceu a honra e a responsabilidade da missão: “O desafio é realmente muito grande e temos o compromisso de fazer o que é melhor para todos os participantes, mais de 160 mil pessoas. Já vemos uma cara nova do Postalis, avançando bastante na transparência, gestão de investimentos, governança e na observância de compliance, que são pilares essenciais à segurança dos participantes”, afirmou.

Da esquerda para a direita: Richard Back (chefe de gabinete da SRI), Alencar Santana (deputado federal), Vinícius Moreno (conselheiro e presidente substituto do COD), Arlindo Chinaglia (deputado federal), Hudson Alves (conselheiro e presidente efetivo do COD), Fabiano Silva (presidente Correios), Camilo Fernandes (presidente Postalis) e Ricardo Pena (superintendente Previc).

O presidente do Postalis agradeceu o empenho dos conselheiros que deixaram seus cargos e reforçou a importância, citada pelo Conselho, da busca de soluções eficazes para reparar prejuízos causados pelo antigo gestor de investimentos do Instituto, o banco BNY Mellon. “Temos dito aqui que o Postalis não tem espaço para erro, para aventuras, seja no cumprimento da legislação, nas melhores práticas de governança ou na administração dos investimentos”, disse, lembrando a ação realizada por sindicatos nos EUA em defesa do Instituto. “Resgatar investimentos que no passado não deram certo é fundamental para a sobrevivência do Postalis. Vamos fazer com que o participante volte a ter a visão que o sonho que ele depositou aqui vai se realizar. É responsabilidade nossa, dos Correios e das associações fazer com que todos voltem a ter orgulho de participar do Postalis”, avaliou.

Em sua fala, o presidente dos Correios falou da sinergia para uma boa gestão conjunta. “Sabemos da situação que encontramos, das sequelas deixadas pelo longo período de intervenção, mas temos um time preparado e organizado para dar resultados. Temos centralidade na questão do BNY Mellon e vamos buscar responsabilização na justiça e onde for necessário para trazer recursos de volta aos donos, que são os trabalhadores dos Correios.”

O evento contou também com manifestações de apoio e suporte dos deputados e do representante do Governo Federal, além da Previc. “Estamos atentos para a situação delicada em termos de solvência e liquidez do Postalis. Queremos contribuir para que a governança seja fortalecida e que o Instituto encontre seus caminhos”, avaliou o superintendente da autarquia, Ricardo Pena.

Postalis convida Previc para participar da reunião do Conselho Deliberativo

O Postalis recebeu hoje (22), a Equipe de Supervisão Permanente da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), para participar de uma reunião com o Conselho Deliberativo e a Diretoria Executiva do Instituto.

Essa nova gestão tem como principal meta, priorizar a transparência e buscar as melhores práticas para proteger o patrimônio e a continuidade do fundo de pensão que é considerado um dos mais importantes do País.

Para Camilo Fernandes, presidente do Postalis é muito importante manter essa proximidade com o órgão de fiscalização da previdência complementar: “Ter essa aproximação nos dá tranquilidade e segurança para essa nova gestão que, prioriza transparência em todas as suas ações e se mantem atenta a uma evolução contínua”, disse.

Na oportunidade, foram debatidos temas relacionados à governança, publicidade de informações, transparência, ataque cibernético, riscos sistêmicos, investimentos, equacionamento e outros assuntos.

O diretor de Investimentos, Carlos Alberto Zachert também enfatizou a importância dessas discussões com a Previc: “Assim podemos mostrar nosso comprometimento e profissionalismo na gestão do patrimônio dos nossos associados, ponderando os riscos envolvidos além da rentabilidade”, completou.

“O momento exige transparência e comunicação. Estamos intensificando o contato com os participantes e assistidos através das entidades que os representam, atualizações regulares no site do Postalis e presença ativa no Instagram, LinkedIn e outras plataformas.”, acrescentou Walison Costa, diretor de Gestão Previdencial do Postalis.

A Previc, órgão fiscalizador do segmento de previdência complementar realiza reuniões mensais com a Diretoria Executiva, trimestrais com o Conselho Deliberativo e Fiscal e constantemente com as áreas do Postalis.

O presidente do Conselho Deliberativo, Hudson Silva, mencionou que: “houve um avanço significativo na governança do Postalis devido ao aperfeiçoamento dos controles internos e à transparência das informações. A proximidade entre o Postalis, Previc e Correios tem auxiliado significativamente no processo de melhoria contínua do Postalis.”.

Do ponto de vista dos conselheiros Bianka Neves, Caio Oliveira e Thiago Moura ressaltaram a importância de uma comunicação efetiva e afirmaram que a atual gestão vem atuando nesse sentido.

Ao longo do dia, o coordenador da equipe de supervisão da Previc, Estevam Bryan, e os demais membros, Srs. Pedro Kakitani e Clovis Coelho, participaram de outras reuniões na sede, com a Gerência de Controles Internos e Compliance (GCC), Gerência de Relacionamento com o Participante (GRP) e com a Gerência de Governança de Investimentos (GGI).

Divulgação Prévia dos Ajustes no Regulamento do PBD determinados pela Previc

Em decorrência do Plano de Equacionamento do Déficit (PED) de 2020 e com o propósito de atender às exigências do artigo 3, inciso V, da Resolução CNPC Nº 32, de 04 de dezembro de 2019 e do artigo 11, inciso I, da Resolução Previc nº 09, de 30 de março de 2022, o Postalis deve comunicar a síntese e o inteiro teor das propostas de alteração do Regulamento do Plano de Benefício Definido (PBD) e seus ajustes aos seus participantes e assistidos, com antecedência mínima de 30 dias antes da remessa do requerimento de alteração ao órgão fiscalizador das atividades das entidades fechadas de previdência complementar, observada regulamentação específica.

Consulte no Postalis Online, aba Transparência – Proposta de Alteração do Regulamento do Plano, o texto consolidado da minuta do Regulamento com as marcações das alterações determinadas pela Previc e o quadro “de/para” com as mudanças a serem implantadas.

Os documentos discriminam os ajustes, em decorrência dos trâmites do processo do PED de 2020, consolidados pelo Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), cujo principal objeto é o equacionamento do déficit do PBD, tendo como intuito proporcionar equilíbrio técnico ao referido plano.

Atenção! Os ajustes no Regulamento do PBD somente serão aplicados após a aprovação final pela Previc. *

A Previc aprovou as alterações no regulamento do plano BD  através da portaria nº 1.034 da Previc, de 20/11/2023. Saiba mais:  https://www.postalis.org.br/postalis-recebe-aprovacao-da-previc-para-o-novo-regulamento-do-pbd/ .

Walison de Melo Costa toma posse como Diretor de Gestão Previdencial

 

O Postalis deu posse hoje (7/7) ao seu novo Diretor de Gestão Previdencial, Walison de Melo Costa, para um mandato de quatro anos. O evento híbrido (presencial e por videoconferência), teve participação dos presidentes do Conselho Deliberativo, Karina Nassarala, e do Conselho Fiscal, Fábio Conde, além de outros conselheiros, do presidente do Instituto, Camilo Fernandes dos Santos, do diretor de Investimentos, Carlos Alberto Zachert e de representantes de associações de participantes e assistidos.

Funcionário de carreira há 10 anos no Postalis, com vasta experiência, Walison Costa é formado em Direito pela Universidade Paulista (UNIP) e graduando do MBA Executivo em Economia e Gestão, com ênfase em Previdência Complementar, na Fundação Getúlio Vargas (FGV).

De 2019 a 2022, também foi membro da Comissão Especial de Previdência Complementar da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/DF) e possui certificações do Instituto de Certificação dos Profissionais de Seguridade Social (ICSS) nas áreas de Administração e de Investimentos. Habilitado pela Previc para exercer o cargo, ele recebeu votos de confiança nos discursos da presidente do Conselho Deliberativo e do presidente do Postalis, que exaltou a qualidade da equipe do Instituto.

“Desde quando cheguei ao Postalis, aderi ao plano de previdência e tive a oportunidade de entender melhor a expectativa dos participantes. Temos adiante desafios que exigirão muito trabalho e diálogo, e estou disposto a dedicar todos os meus esforços nesse sentido”, afirma o novo diretor, que prometeu aproximação e acolhimento aos participantes e assistidos, além de informações claras e transparentes sobre os planos. “É importante promover a imagem da instituição e dar publicidade aos nossos resultados, que estão fundados em boas práticas e conformidade legal”, concluiu.

Novo presidente do Postalis adere ao Postalprev

Com a adesão, dirigente afirma sua confiança no plano e seu compromisso com o Postalis, além de assegurar um futuro financeiro melhor para ele e sua família

Na última sexta-feira (12/05), na sede do Postalis em Brasília, o novo presidente do Instituto, Camilo Fernandes dos Santos, formalizou sua adesão ao plano Postalprev.

A Gerente de Relacionamento com o Participante, Karina Dantas, e o Suporte de Atendimento Pedro Carneiro, fizeram uma apresentação ao novo dirigente sobre os benefícios e as vantagens de ser participante do plano, e esclareceram suas dúvidas.

Karina e Pedro aproveitaram a oportunidade para destacar o quanto é vantajoso no Brasil poder participar de um plano de previdência complementar fechada, com paridade de 100% por parte do patrocinador. Segundo Karina, “menos de 1,3% da sociedade brasileira têm acesso a essa vantagem.” “Este é um dos melhores investimentos do país, senão o melhor, uma vez que rende 100% automaticamente, já no momento do aporte. Não existe nenhum investimento que dê tamanho retorno, num prazo tão curto”, destacou a gerente.

Além da poupança previdenciária turbinada com a paridade, o plano também dispõe de benefícios de risco (auxílio-doença, pecúlio por morte, aposentadoria por invalidez, pensão por morte) de custeio mutualista, além de outras vantagens como o acesso a empréstimos com juros diferenciados do mercado, dedução no imposto de renda (12% do rendimento anual), possibilidade de recebimento flexível do benefício, portabilidade e resgate.

Nos últimos 5 anos, o Postalprev teve rentabilidade acumulada bem maior do que a da taxa básica de juros e da poupança (63% de rentabilidade, frente à 36% da Selic e 23,8% da poupança).

Outros argumentos sobre o Postalis, administrador do Postalprev, foram lembrados ao novo dirigente, tais como: mais de 4 décadas de funcionamento, sem nunca ter atrasado no pagamento de benefícios; entidade sem fins lucrativos, conseguindo com isso prestar seus serviços com baixa despesa administrativa em relação às entidades de previdência privada; possui o menor “custo administrativo per capita” entre os grandes fundos de pensão do país; dispõe de um novo arcabouço de normas, processos e controles, que o torna uma das EFPC’s mais atualizadas em relação às normas de governança; dispõe de meios de comunicação adequados para dar transparência à sua gestão; dispõe da mais longeva empresa pública do país como patrocinadora (Correios).

Ao final, Camilo Fernandes se disse convencido com tantos argumentos vantajosos e muito satisfeito pela sua escolha. “De fato é uma oportunidade imperdível, que não pode ser descartada por nenhum dos trabalhadores do Postalis ou dos Correios”, conclui o novo presidente.

Obs: O Postalis prepara uma ampla campanha de marketing com o objetivo de sensibilizar os funcionários dos Correios que não participam ou por algum motivo deixaram de participar do Postalprev a aderirem ao plano e, com isso, passarem a usufruír, junto as suas famílias, dessa vantagem tão especial.

Karina Dantas (GRP) com o novo presidente Camilo Fernandes

Camilo Fernandes dos Santos toma posse na presidência do Postalis

Novo dirigente assume mandato de quatro anos e Carlos Alberto Zachert será o novo Diretor de Investimentos

Em cerimônia híbrida (presencial e remota) realizada nesta quarta-feira (03/05), em Brasília, o novo presidente do Postalis, Camilo Fernandes dos Santos, foi empossado para um mandato de quatro anos.

Com larga experiência em previdência complementar, Camilo passou por processo seletivo no Instituto, cumprindo todas as exigências para o cargo, foi escolhido pelo patrocinador Correios, sabatinado e aprovado pelo Conselho Deliberativo da Entidade. A Previc, órgão fiscalizador do segmento, habilitou o dirigente para exercer o cargo e o superintendente do órgão, Ricardo Pena, participou da cerimônia de posse. O evento contou também com a presença do presidente dos Correios, Fabiano dos Santos,  diretores da Abrapp (Associação dos Fundos de Pensão), da Anapar (Associação Nacional dos Participantes de Fundos de Pensão), gestores do Postalis e de outras entidades.

Ao assinar o termo de posse, Camilo assumiu o compromisso de cumprir fielmente o Código de Ética, o Programa de  Integridade, o Termo de Confidencialidade e o Estatuto do Postalis que, entre outros requisitos, determina que o presidente não tenha ligações com qualquer empresa que tenha investimentos no Instituto.

Em seu discurso, o novo dirigente falou de sua disposição em manter o diálogo constante com todos os envolvidos com o Postalis. “Venho de uma trajetória de luta nos fundos de pensão. Sempre priorizei a defesa do participante, mas também com o olhar da patrocinadora. Gerir com responsabilidade é nosso papel aqui e vou zelar pelo investimento dos recursos, para que o Postalis seja motivo de orgulho e segurança para os participantes”, declarou.

Na cerimônia, o ex-presidente interino, Carlos Alberto Zachert, foi anunciado como novo Diretor de Investimentos do Postalis e ressaltou sua tarefa de recuperar investimentos e gerir os ativos com técnica, metodologia e bom senso, garantindo credibilidade, solvência e liquidez necessários para a sustentabilidade dos planos de benefícios

O presidente em exercício do Conselho Deliberativo, Hudson Alves da Silva, agradeceu também a Carlos Vinicius de Deus, que ocupou a função interinamente, e ressaltou que transparência e responsabilidade são valores desta gestão.

O presidente dos Correios, Fabiano Silva dos Santos, falou da disposição em responder os problemas do passado e de olhar para a frente. “Temos que honrar o compromisso de uma aposentadoria digna para as pessoas que servem tanto ao País, entregam encomendas, serviços postais e são respeitadas por isso”, declarou. Ele lembrou que Camilo tem histórico em defesa dos participantes e não do mercado financeiro, por isso “conhece as agruras das pessoas quando um plano tem déficit”, ressaltou. “Os desafios aqui são gigantes e temos demandas represadas que precisamos discutir. Vamos precisar cobrar responsabilidade das pessoas por má fé ou incompetência. Enquanto patrocinador, exerceremos nosso papel para que a gestão seja harmoniosa”, finalizou.

Carlos Alberto Zachert (novo DIN do Postalis), Devanir Silva (Superintendente Geral da Abrapp), Ricardo Pontes (Presidente da Funcef), Jair Pedro Ferreira (Vice Presidente da Anapar) Camilo Fernandes dos Santos (Presidente do Postalis), Jarbas Antônio de Biagi (Diretor-Presidente da Abrapp), Fabiano Silva dos Santos (Presidente dos Correios) e Ricardo Pena (Diretor-Superintendente da Previc).