Postalis não possui alocação direta nas Lojas Americanas S/A

De forma indireta, participação do Instituto é de apenas 0,03% na carteira própria de renda variável

O Postalis não possui alocação direta de seus investimentos no ativo AMER3 (Lojas Americanas). A Companhia Americanas S/A divulgou fato relevante no dia 12/01/2023 sobre inconsistências detectadas em lançamentos contábeis redutores da conta fornecedores realizados em exercícios anteriores, incluindo o exercício de 2022. Embora alguns fundos de pensão possuam participação direta na empresa, este não é o caso do Instituto.

O Postalis detém apenas participação indireta através dos ETFs (Exchange Traded Funds) em fundos de ações e na carteira própria. Nos fundos, esses ETFs têm a finalidade de replicar o movimento do índice Bovespa e de ações de companhias de menor porte e com grande potencial (chamadas de Small Caps). A participação média do instituto é de 0,4% nos fundos e na carteira própria de Renda Variável é de apenas 0,03%.

Calendário Anual de Empréstimos 2023

Consulte o site e se programe para usufruir de todas as modalidades de crédito no Postalis (solicitação, renovação e renegociação).

Lembrando que desde maio/2022, os pagamentos dos créditos de concessão são depositados em dois dias da semana*, conforme a tabela abaixo:


*vide Cronograma de Empréstimo

O Postalis traz mais uma facilidade para o serviço de empréstimo. Aproveite e faça sua simulação de crédito no Postalis Online. Consulte o Calendário ANUAL da Carteira de Empréstimo e se programe com antecedência.

Aproveite o empréstimo consignado do Postalis com consciência e parcimônia. Clique aqui e assista o vídeo com uma dica importante sobre este beneficio!

Mais de 50 instituições enviam propostas de crédito privado

Interesse demonstra retomada da confiança do mercado financeiro sobre o Instituto.

Centenas de propostas de mais de 50 instituições financeiras do Brasil foram enviadas ao Postalis, que pretende alocar uma parcela de sua carteira de investimentos em crédito privado. “Essa é mais uma demonstração da retomada da confiança do mercado financeiro sobre o Instituto. Com a governança fortalecida, podemos buscar parceiros que tragam os melhores resultados para nossos planos de previdência complementar”, considera o Diretor de Investimentos, Pedro Pedrosa.

Segundo o gerente de Investimentos, Hugo Carvalho, as propostas contemplam diferentes estratégias, entre fundos exclusivos, abertos, lastreados em índices de inflação, infraestrutura, estruturados, CRIs, CRAs e outras modalidades. Isso permitirá a diversificação dos investimentos dos planos sem aumentar consideravelmente o risco da carteira, leia mais aqui.

A partir de agora, o Instituto fará análises para identificar os ativos adequados aos limites de riscos aprovados nas Políticas de Investimentos dos planos do Postalis, com rentabilidade compatível à meta atuarial e prêmios superiores aos títulos públicos (NTN-Bs). “Buscamos crédito saudável, com controles e riscos compatíveis aos nossos objetivos”, explica o gerente. Após a análise preliminar, as instituições serão chamadas para aprofundar suas propostas. “A ideia é escolher alguns ativos e continuar monitorando o mercado, para fazer as alocações quando surgirem as melhores oportunidades”, afirma Carvalho.

Os benefícios dos Planos PBD e Postalprev foram reajustados

O Postalis aplicou os percentuais de reajustes plenos aos benefícios de seus planos de benefícios. Para o Plano de Benefício Definido (PBD) foi aplicado o reajuste de 10,12%, correspondente ao INPC acumulado do período de agosto/2021 a julho/2022, e para o Plano Postalprev foi aplicado o reajuste de 11,92%, correspondente ao INPC acumulado do período de julho/2021 a junho/2022, conforme previsto nos respectivos regulamentos, visando à preservação do valor real dos benefícios.

Os regulamentos dos planos preveem que os benefícios de aposentadoria e pensão sejam reajustados de acordo com a tabela abaixo, elaborada a partir da Data de Início do Benefício (DIB).

Para quem entrou em aposentadoria há mais de 12 meses o reajuste foi aplicado na sua totalidade, ou seja, 10,12% no PBD e 11,92% no Postalprev. Contudo, para quem se aposentou há menos de 12 meses o reajuste aplicado levou em consideração o mês de início do benefício. Ou seja, por exemplo, no caso de entrada em aposentadoria em dezembro de 2021, o reajuste aplicado foi de 4,98% no PBD e de 5,61% no Postalprev.

Por exemplo, para um benefício concedido em dezembro/2021 o percentual a ser aplicado é de 5,74%, que corresponde ao INPC acumulado de dezembro/21 a julho/2022, enquanto para um benefício mais recente, concedido em maio/2022, foi aplicado 0,47% sobre o valor do benefício, que corresponde ao INPC acumulado de maio/22 a julho/2022.

Por exemplo, para um benefício concedido em setembro/2021 o percentual a ser aplicado é de 9,82%, que corresponde ao INPC acumulado de setembro/21 a junho/2022, enquanto para um benefício mais recente, concedido em maio/2022, foi aplicado 1,07% sobre o valor do benefício, que corresponde ao INPC acumulado de maio/22 a julho/2022.

Os distintos percentuais aplicados para cada plano devem-se a data do reajuste que considera diferentes períodos de acumulação da inflação. Neste contexto, observe que a diferença de aproximadamente 1,8% a maior para os benefícios dos Postalprev é explicada pelo elevado índice de inflação ocorrido em julho de 2021, de 1,02% para um único mês, enquanto que no mês de julho de 2022 o INPC apresentou deflação de 0,6%, cujo índice integrou o período de cálculo do PBD, mas não do Postalprev.

Postalis recebe propostas de investimento em crédito privado

Como parte de seu movimento para otimização da carteira de renda fixa, o Postalis iniciou um processo de consulta às instituições financeiras para recebimento de propostas de investimento em ativos de crédito privado. O objetivo é aproveitar o momento de alta de juros e a diferença elevada entre preços de compra e venda (spreads) de títulos de crédito em ativos de baixa volatilidade.

“Achamos que o momento para investir em ativos de crédito privado é bem interessante para o Postalis. O mercado está ofertando bons ativos com taxas superiores às metas atuariais dos planos de benefícios e às NTN-Bs sem aumento considerável no risco da carteira dos planos. Uma boa carteira de crédito ajuda a garantir boa rentabilidade tanto no curto como no longo prazo”, comenta o Diretor de Investimentos Pedro Pedrosa.

Instituições financeiras podem encaminhar ofertas de soluções para análise do Postalis. A consulta não restringe os ativos a uma classe específica, podendo ser fundos, condomínios abertos ou estruturados, ativos para carteira própria ou outros tipos de produtos estruturados, com diferentes níveis de liquidez e prazos de vencimento (duration). De posse das propostas, a equipe de investimentos buscará construir uma carteira diversificada de ativos de crédito que melhor se adeque ao perfil de risco e retorno do Instituto.

As propostas podem ser encaminhadas até o dia 26/08 à Gerência de Investimentos pelo e-mail:  investimentos@postalis.com.br . Adicionalmente, a Gerência de Investimentos se coloca à disposição, por meio deste mesmo canal, para esclarecimento de eventuais dúvidas. A equipe irá analisar os materiais recebidos e fará contato com as instituições financeiras em um segundo momento para aprofundar a análise dos ativos que mais se adequem aos objetivos buscados pelo Postalis.

Equipe do Escritório da Previc em SP visita sede do Postalis

Encontro teve o objetivo de alinhar os tópicos de interesse com as áreas técnicas e conhecer as atuais instalações do Instituto.

Nesta segunda-feira (11), o Postalis recebeu a visita da equipe de fiscalização de acompanhamento da Superintendência Nacional de Previdência Complementar – Previc. O intuito dos supervisores era conhecer as instalações do Instituto já que o acompanhamento é feito por meio do Escritório de Representação em São Paulo (ERSP).
A equipe composta pelos auditores Peterson Gonçalves, Estevam Brayn, Clóvis Guimarães Coelho e Pedro Iwao Kakitani foi recepcionada no saguão de entrada do Postalis pela Diretoria-Executiva e os gerentes das áreas.

O presidente Paulo Humberto de Oliveira deu as boas-vindas aos visitantes e em sua fala ressaltou a importância da recuperação da imagem no período pós-intervenção. “Muito já foi feito em termos de recuperação de investimentos e capacitação dos profissionais. Tenho certeza de que estamos no caminho certo para o resgate da imagem do instituto”, destacou.

O auditor Peterson Gonçalves, Chefe Regional do ERSP, disse que “o intuito do órgão não é gerar recomendações, pontos de auditoria e nem aplicar autos de infração, e sim cooperar para a implantação e acompanhamento das melhores práticas do mercado”. Ele destacou que “resgatar a imagem do setor foi a missão naquela época de intervenção, e que hoje o Postalis já não nos traz preocupação”.
Ao comentar as melhorias pontuadas pelo presidente Paulo Humberto, Peterson Gonçalves acredita que a política de Recursos Humanos é um braço importantíssimo para a sustentabilidade de uma boa governança. “Uma rotina de seleção e contratação baseada em critérios técnicos deve ser a base para a melhoria contínua da mão de obra especializada que o setor de previdência precisa”, destacou.

Os supervisores da Previc fizeram um breve tour pelas dependências do Postalis e seguiram para a reunião de trabalho com a Diretoria-Executiva. Ao final do encontro, eles ainda conversaram com alguns gestores específicos que estão tratando de assuntos de interesse e acompanhamento do órgão fiscalizador.

Postalis tem cerca de R$ 61 milhões a receber da União

Valor se refere a investimentos oriundos de Obrigações do Fundo Nacional de Desenvolvimento (OFNDs).

Um acordo judicial firmado por 88 fundos de pensão (entre eles o Postalis) e a União permitiu o encerramento de uma disputa de 31 anos, que acarretará no pagamento de R$ 8,8 bilhões devidos a esses fundos. O pacto foi negociado pela Abrapp (associação que representa os fundos de pensão), para que essas entidades tenham direito à correção monetária referente aos investimentos em Obrigações do Fundo Nacional de Desenvolvimento (OFNDs). O valor correspondente ao Postalis é de cerca de R$ 61 milhões, que serão pagos por meio de precatórios, de forma parcelada, provavelmente a partir de 2023. Quando disponíveis, os recursos serão incorporados ao patrimônio do plano PBD Saldado.

Entenda o caso

Criadas pelo Governo Federal em 1986, as OFNDs eram títulos voltados ao custeio de projetos de desenvolvimento no País. Os fundos de pensão, como grandes investidores institucionais, foram obrigados – na época – a comprar os títulos com o valor correspondente a 30% de seu patrimônio, sendo que o investimento seria liquidado após dez anos. Porém, nesse período, ocorreram diversas mudanças na economia brasileira e foram sendo alteradas as regras de atualização monetária dos títulos, acarretando prejuízo às entidades. Em decorrência disto, a Abrapp (em nome de suas associadas) acionou a justiça e o processo se estendeu desde 1991 até os dias atuais.

Embora algumas decisões judiciais tenham sido expedidas com ganho de causa para os fundos de pensão, os pagamentos nunca foram efetivados e sua liquidação era incerta. Graças ao acordo firmado em novembro de 2021 será possível o ressarcimento. O pacto prevê deságio tanto para as entidades quanto para o Governo Federal, encerrando o litígio e permitindo que os recursos sejam incorporados aos patrimônios dos planos. 

Concessões de empréstimo ocorrerão duas vezes por semana

A partir do mês de maio, os pagamentos dos créditos de concessão ocorrerão em dois dias da semana*, conforme a tabela abaixo:


*vide Cronograma de Empréstimo

O Postalis traz mais uma facilidade para o serviço de empréstimo. Aproveite e faça sua simulação de crédito no Postalis Online. Consulte o Calendário ANUAL da Carteira de Empréstimo e se programe com antecedência.

Aproveite o empréstimo consignado do Postalis com consciência e parcimônia. Clique aqui e assista o vídeo com uma dica importante sobre este beneficio!

Investimentos do Postalis e solução do PBD são notícia no Portal Traders Club

A estratégia de investimentos do Postalis para 2022 e a solução para o Plano BD foram temas de notícia publicada pelo portal Traders Club (TC), especializado no mercado financeiro. As informações foram divulgadas aos assinantes do Scoop, serviço online que traz notícias em primeira mão visando orientar a tomada de decisão de outros investidores. É um reconhecimento de que a gestão dos recursos feita pelo Postalis pode ser uma referência para as alocações de outras empresas ou pessoas físicas.

O diretor de Investimentos, Pedro Pedrosa, deu entrevista ao veículo, detalhando a criação de uma equipe para gerir uma carteira própria de ações, além dos estudos sobre fundos imobiliários e títulos públicos para compor as estratégias em busca de melhores retornos.

Além disso, a matéria também abordou a solução para o Plano BD, destacando que ele está em aprovação e deve entrar em vigor em 2022.

 

Postalis EM NÚMEROS atualiza dados de Dezembro 2021

Lançado em 2014, o boletim apresenta dados da gestão como alocação da carteira de investimentos, volume de arrecadação, pagamento de benefícios, evolução do patrimônio, reservas matemáticas e rentabilidade dos planos de benefícios.

Os participantes têm à disposição um glossário contendo os principais termos técnicos atuariais e de investimentos. Fatos Relevantes que impactaram nos investimentos e/ou nas informações atuariais / previdenciais de cada plano também estão disponíveis.

Acesse agora e conheça o Boletim “Postalis em Números”!

P.S.  Os boletins anteriores a abril/2019 até 2013 permanecem disponíveis na Biblioteca do site no formato PDF.