Alteração no Regulamento do Empréstimo Postalprev

Desde o último dia 13/12/2021, os contratos para concessão de empréstimos vinculados ao plano Postalprev passaram a vigorar com nova redação. Dentre as alterações estão:

– A retirada da repactuação automática dos contratos. A nova redação busca adequar o Regulamento a essa situação.

– Descrição expressa do desconto parcial das parcelas para participantes ativos, uma vez que, o Regulamento só previa expressamente o desconto parcial para assistidos.

– Previsão de utilização do espólio para fins de quitação da dívida, naqueles casos em que os descontos previstos no Artigo 15 § 1º (pecúlio, pensão ou reserva) não sejam suficientes para fazê-lo.

– Previsão do instituto da Portabilidade para quitação antecipada do saldo do empréstimo.

Acesse a íntegra dos Regulamentos das Carteiras Postalprev e PBD e o arquivo DE/PARA das modificações.

PRORROGADA Campanha de Desconto para Inadimplentes do Empréstimo

 Campanha de Recuperação de Crédito 2021 foi PRORROGADA ATÉ DIA 03/12 (SEXTA-FEIRA), para que os participantes inadimplentes possam regularizar a situação do(s) seu(s) contrato(s) de empréstimo, por meio de renegociação ou quitação.

Os descontos podem chegar até 50% do valor do saldo da dívida inadimplente, a depender do prazo da inadimplência e da modalidade solicitada (renegociação ou quitação).

A participação na campanha somente será aceita mediante cadastro prévio. As inscrições serão realizadas por meio do Link para o cadastramento: https://bit.ly/3oKjJVP

A partir do cadastro, a equipe de Atendimento do Postalis entrará em contato para concluir a negociação entre os dias 6 e 17 de dezembro.

Obs: Os participantes ativos dos Correios poderão participar da campanha realizando a quitação e/ou a renegociação dos seus débitos, conforme autorizado pela PREVIC.

Aproveite esta oportunidade  para entrar 2022 regularizado com seu fundo de pensão. Participe!!!

Postalis lança Campanha de Desconto para Inadimplentes do Empréstimo

Atualizado em 22/11 – Compreendendo o cenário atual, o Postalis iniciou no dia 20/11 a Campanha de Recuperação de Crédito 2021, para que os participantes inadimplentes possam regularizar a situação do(s) seu(s) contrato(s) de empréstimo, por meio de renegociação ou quitação.

Os descontos podem chegar até 50% do valor da dívida inadimplente, a depender do prazo da inadimplência e da modalidade solicitada (renegociação ou quitação).

A participação na campanha somente será aceita mediante cadastro prévio. As inscrições serão realizadas por meio de um link a ser disponibilizado, via SMS e e-mail, a partir do dia 20/11, e estarão abertas até o dia 30 de novembro.  

Link para o cadastramento: https://bit.ly/3oKjJVP

A partir do cadastro, a equipe de Atendimento do Postalis entrará em contato para concluir a negociação entre os dias 6 e 17 de dezembro.

Obs: Os participantes ativos dos Correios poderão participar da campanha realizando a quitação e/ou a renegociação dos seus débitos, conforme autorizado pela PREVIC.

Aproveite esta oportunidade  para entrar 2022 regularizado com seu fundo de pensão. Participe!!!

Previc determina suspensão temporária de empréstimos a empregados dos Correios

Previc determina suspensão temporária de novos empréstimos para empregados dos Correios. Postalis estuda, com os Correios, desconto parcial em folha para evitar a suspensão.

A Previc, órgão fiscalizador das entidades fechadas de previdência complementar, determinou que o Postalis suspenda, a partir do dia 19 de novembro, novas concessões de empréstimos a funcionários ativos dos Correios. A razão é a alta inadimplência, em torno de 20%, dos contratos em vigor.

Para evitar a suspensão, o Instituto vem trabalhando com os Correios numa solução tecnológica para permitir o desconto parcial de parcelas na folha de pagamentos dos empregados da Empresa.

Hoje, a Estatal realiza o desconto em folha somente no valor integral da parcela e caso ela esteja dentro da margem consignável. A ideia é descontar o que couber dentro desta margem, cobrando o restante por meio de boleto.

A determinação da Previc valerá apenas para a concessão de novos empréstimos a este público. Como o desconto parcial já ocorre para os assistidos e para os funcionários do Postalis, não haverá alterações para estes segmentos. Também, nada muda para os empregados dos Correios que já possuem empréstimos contratados.

Recentemente, o Postalis atualizou o regulamento dos empréstimos para permitir o desconto parcial dos empregados ativos dos Correios, já que a regra anterior falava somente dos assistidos.

Caso seja implementado o desconto parcial até o prazo estabelecido pela Previc para a suspensão dos empréstimos, o fechamento da carteira não será mais necessário.

Desde a intervenção, o Instituto vem adotando medidas para reduzir a inadimplência dos empréstimos e manter funcionando esse importante serviço que também é um significativo investimento dos recursos dos planos BD e Postalprev.

Entretanto, é fundamental que os participantes tenham sempre em mente que todos perdem com a inadimplência.

Aumento do IOF reflete no Empréstimo Postalis

As novas alíquotas aumentam o custo do crédito para empresas e famílias

O Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) é cobrado pelo governo em alguns tipos de transações financeiras. Ele é composto por duas alíquotas diferentes: a diária e a fixa que incidem sobre operações de crédito (como empréstimo e financiamento). Isto significa que, quando o imposto aumenta, mais caro fica o custo efetivo total de cada uma das operações.

O Postalis alerta aos participantes que solicitaram empréstimo na semana de 13 a 18/09 que o IOF aplicado na operação será o do fato gerador, ou seja; a alíquota válida no dia em que o dinheiro foi efetivamente creditado em conta, mesmo que o Postalis Online ainda indicasse naqueles dias a antiga alíquota do imposto.

Esclarece ainda que o aumento do custo efetivo total do empréstimo decorreu da aplicação do IOF, tendo as taxas de juros se mantido no mesmo patamar aplicado anteriormente pelo Instituto.

As novas alíquotas do IOF começaram a valer nesta segunda-feira (20). O aumento, que é de 36%, vai ser cobrado até o dia 31 de dezembro de 2021. 

2ª suspensão extraordinária de parcelas do empréstimo

Participantes podem realizar a solicitação de 13 a 31/07 com validade para os meses de agosto e setembro/2020.

Nesta quarta-feira (08/07), a Diretoria-Executiva do Postalis aprovou a 2ª suspensão extraordinária do pagamento de parcelas dos contratos de empréstimos (adimplentes). 

Para aderir à suspensão da cobrança das prestações por 2 (dois) meses, sem a incidência de juros ou multa, os participantes dos planos BD e Postalprev, independentemente de já terem ou não pago 12 parcelas do empréstimo, devem estar em dia com as prestações de todos os contratos. Atenção! Os participantes que quiserem pagar as parcelas em atraso para fazer a suspensão deverão realizar o crédito até o dia 27/07.

Quem está com parcela suspensa poderá solicitar novamente?
Participante cujo contrato esteja com suspensão ordinária de parcelas vigentes até 07/2020 poderá fazer o pedido da suspensão extraordinária. Contrato com suspensão ordinária em vigência de meses posteriores a julho NÃO pode!
Exemplo 1: Participante com suspensão ordinária em vigência até 07/2020 o qual voltaria a pagar a parcela em agosto. Pode suspender!
Exemplo 2: Participante com suspensão ordinária em vigência até 08/2020 que voltará a pagar as parcelas em setembro NÃO pode suspender.

A solicitação poderá ser realizada do dia 13 até o dia 31/07 e a medida valerá para os meses de agosto e setembro/2020, sem incidência de correção e juros.

Durante o período de suspensão, o participante terá, em seu contracheque, apenas os descontos da taxa de custeio administrativo e das taxas de quitação por morte (QQM) e/ou por invalidez (QQI). Serão suspensos os descontos do valor principal e dos encargos. Ao final do período de suspensão, o valor das parcelas permanece o mesmo e o prazo será estendido por mais dois meses.

O pedido de suspensão das parcelas pode ser feito pelo autoatendimento:

1. Acesse o Postalis Online;
2. Informe CPF, matrícula e senha;
3. No Menu à esquerda, clique em “Empréstimos” e selecione a opção “Suspensão de pagamentos”;
4. O sistema apresentará os contratos de empréstimo ativos com a opção de suspensão por 2 (dois) meses. Selecione “Suspender”;
5. Clique em “Confirmar”.

O comprovante de suspensão informará os valores das taxas de administração, QQM e/ou QQI que continuarão sendo cobrados no contracheque.

Caso o participante encontre dificuldade em realizar a suspensão pelo autoatendimento, poderá agendar um horário para que a nossa equipe entre em contato.

Para realizar o agendamento:

1. Acesse Postalis Online;
2. Clique em “agendamento“;
3. Informe a sua matrícula e clique em “continuar“;
4. Preencha os dados de contato;
5. Selecione: Central de Atendimento e o assunto;
6. Clique em “agendar” e depois “confirmar“.

Empréstimo indisponível para participantes ativos

Por motivos técnicos, o sistema do Postalis não está acessando a informação sobre a margem consignável dos empregados dos Correios, impedindo a contratação de empréstimos por participantes ativos.

Estamos trabalhando para solucionar o mais rápido possível o problema como objetivo de retomar a concessão normal de empréstimos aos participantes ativos.

Pedimos desculpas pelos eventuais transtornos.

Suspensão do pagamento de empréstimos beneficia mais de 16 mil participantes

Medida atinge quase 35% dos mutuários elegíveis ao benefício.

A suspensão extraordinária do pagamento de parcelas do empréstimo do Postalis por três meses, sem a ocorrência de correção e juros, teve a adesão de mais de 16 mil mutuários entre ativos e aposentados. Isto significa que quase 35% dos participantes elegíveis ao benefício aderiram à medida.

Foram realizadas 16.284 suspensões de contratos de empréstimo, sendo 5.819 do Plano BD e 10.465 do Plano Postalprev.

O reflexo financeiro total no fluxo de caixa do Instituto será de R$ 7,3 milhões, nos meses de maio, junho e julho/2020, sendo R$ 2,2 milhões no BD e de R$ 5,1 milhões no Postalprev. Estes valores serão recebidos pelo Postalis ao final dos contratos.

O Postalis continua buscando formas de efetivamente ajudar os participantes neste momento de crise.