Campanha Recupera 2023 será relançada em breve e ampliada para beneficiar mais participantes

Hoje, 7 a cada 10 pessoas com margem disponível já podem renegociar seus débitos para pagar em até 8 anos.

O Postalis, em conjunto com o patrocinador Correios, está remodelando a campanha Recupera 2023, para a quitação e renegociação de débitos de empréstimos. A ideia é permitir que um número ainda maior de participantes inadimplentes possa solucionar suas dívidas e iniciar o ano com melhor equilíbrio financeiro.

Atualmente, 4 a cada 10 contratos inadimplentes já podem ser quitados ou renegociados. Considerando apenas as pessoas que têm margem consignável disponível, 7 em cada 10 podem renegociar suas dívidas para pagar em até 8 anos (96 meses). Com a ampliação que está sendo planejada, mais pessoas terão a oportunidade de participar do Recupera 2023.

Participantes que se inscreverem na campanha Recupera 2023 serão contatados pelo Postalis e poderão optar pela negociação dentro do prazo da campanha.

Fique atento aos nossos canais de comunicação e acompanhe o relançamento que deverá ocorrer nos próximos dias.

Postalis comunica mudanças na Diretoria Executiva

Paulo Humberto Cesar de Oliveira deixa o Instituto e o atual Diretor de Gestão Previdencial acumula interinamente a Presidência

O Postalis comunica a seus participantes, assistidos e ao mercado a saída de seu presidente, Paulo Humberto Cesar de Oliveira, a quem o Instituto agradece pelos serviços prestados e dedicação que permitiram avanços da entidade, nos últimos anos.

Em seu lugar assume interinamente Carlos Alberto Zachert, acumulando as funções que já desempenha na Diretoria de Gestão Previdencial do Instituto.

A Diretoria de Investimentos, até então acumulada também por Paulo Humberto, será comandada interinamente por Carlos Vinícius Almeida de Deus, que já atuava como assessor na mesma Diretoria.

Calendário Anual de Empréstimos 2023

Consulte o site e se programe para usufruir de todas as modalidades de crédito no Postalis (solicitação, renovação e renegociação).

Lembrando que desde maio/2022, os pagamentos dos créditos de concessão são depositados em dois dias da semana*, conforme a tabela abaixo:


*vide Cronograma de Empréstimo

O Postalis traz mais uma facilidade para o serviço de empréstimo. Aproveite e faça sua simulação de crédito no Postalis Online. Consulte o Calendário ANUAL da Carteira de Empréstimo e se programe com antecedência.

Aproveite o empréstimo consignado do Postalis com consciência e parcimônia. Clique aqui e assista o vídeo com uma dica importante sobre este beneficio!

Comunicado sobre a Diretoria de Investimentos do Postalis

Presidente Paulo César Humberto de Oliveira assume interina e cumulativamente as funções.

O Postalis comunica a seus participantes, assistidos e ao mercado que Pedro Antônio Estrella Pedrosa aceitou convite para retornar à Caixa Econômica Federal, renunciando ao seu cargo de Diretor de  Investimentos do Instituto.

Com isso, o Presidente Paulo Humberto Cesar de Oliveira assume interina e cumulativamente as funções dessa Diretoria, como determina o Estatuto Social do Postalis (artigo 42, inciso IV).

O Postalis agradece a Pedro Pedrosa o período dedicado ao Instituto e os expressivos resultados obtidos durante sua gestão.

Parcela do Abono será paga dia 12 e o Benefício no dia 21

Para os participantes que receberam auxílio-doença, o valor do abono será proporcional ao período pago de benefício.

No dia 12/12 (segunda-feira) está previsto o crédito do Abono Anual no Plano BD e Postalprev aos aposentados, pensionistas e recebedores de auxílio-doença em 2022.

Aposentados e pensionistas que receberam o adiantamento de 40% em junho terão o valor correspondente descontado do abono.

Informamos ainda que o crédito dos benefícios de Dezembro/2022 deverá ocorrer no dia 21 de dezembro.

 

Plano de Custeio de 2021 do PBD Saldado é aprovado

Alterações são retroativas a abril de 2021 e serão realizadas em três parcelas, no período de outubro a dezembro de 2022

O Postalis tomou ciência em setembro deste ano da aprovação do plano de custeio do Plano de Benefício Definido (PBD Saldado) relativo ao ano de 2021. O processo demandou, além da validação do Conselho Deliberativo do Postalis, a aprovação da Diretoria e do Conselho de Administração do patrocinador, a análise do Ministério das Comunicações como órgão supervisor e, por fim, a chancela da
Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais – SEST.

O plano de custeio deve seguir o resultado da avaliação atuarial, definindo o percentual das contribuições normais ou extraordinárias requeridas para o período a que se referem, necessárias à constituição das reservas garantidoras de benefícios, fundos, provisões e à cobertura das demais despesas do plano de benefícios.

A observância destes dispositivos é indispensável para o equilíbrio e a solvência dos planos de previdência administrados pelo Postalis.

O que muda no PBD?

Em resumo, o que mudou foi o percentual da contribuição extraordinária de equacionamento dos déficits de 2012 e 2014, que passou de 18,39% para 18,81%, considerando a vigência compreendida a partir de abril/2021. Essa alteração alcança participantes, assistidos e pensionistas, bem como a contrapartida patronal.

Em outubro/2022, o percentual contributivo já será de 18,81%. Para minorar o impacto financeiro aos participantes e assistidos, a diferença retroativa a abril/2021 será descontada em 3 (três) parcelas, nas folhas de pagamento de outubro, novembro e dezembro de 2022, que representa em torno de 2,7% do Benefício Proporcional Saldado (BPS), conforme simulação abaixo.

 

 

 

 

Trata-se, portanto, da implementação do plano de custeio 2021, em conformidade com a legislação, regulamento do plano e aprovação pela governança do Postalis, da patrocinadora e da SEST.

Postalis empossa Conselhos Deliberativo e Fiscal para novos mandatos

Representantes eleitos pelos assistidos e indicados pela patrocinadora ficarão nos cargos até 2026.

O Postalis realizou nesta quarta-feira (22/06), em cerimônia híbrida – presencial e por videoconferência – a posse de integrantes dos Conselhos Deliberativo e Fiscal para os mandatos dos próximos quatro anos, até 22/06/2026. Os atuais presidentes de ambos os colegiados foram reconduzidos aos cargos por votação unânime de seus pares: Rogério Boueri Miranda, indicado pela patrocinadora Correios, segue comandando o Conselho Deliberativo (COD) e Fábio Geraldo Oliveira Conde foi escolhido pelos assistidos para continuar à frente do Conselho Fiscal (COF).

Escolhidos pelos participantes em processo eleitoral auditado, tomaram posse os novos conselheiros titulares Anézio Rodrigues, no Conselho Deliberativo, e José Olibério Alves, no Conselho Fiscal, assim como o suplente do COF Geraldo de Jesus França. O suplente eleito para o COD, Joaquim Edeval Regis Magalhães, participou do evento e aguarda sua habilitação pela Previc para assinar o termo de posse.

Também assumiram novos mandatos os conselheiros deliberativos indicados pelos Correios: André de Castro Silva, titular, e seu suplente Aurélio Maduro de Abreu, além de George Louis Hage Humbert, titular, cuja suplência será definida pela patrocinadora e posteriormente habilitada pela Previc. Como conselheiros fiscais, foram empossados os representantes dos Correios Gerson Nogueira Machado de Oliveira (titular) e Júlio Cesar Oliveira (suplente).

A cerimônia contou ainda com a participação dos três diretores executivos do Postalis, membros da Comissão Eleitoral e gestores do Instituto. O presidente Paulo Humberto Cesar de Oliveira agradeceu aos conselheiros que encerraram seus mandatos e saudou os atuais integrantes. Entre os eleitos, José Olibério Alves falou de sua motivação para “sair da zona de conforto e defender mais de 130 mil participantes” que depositaram seus salários no sonho da aposentadoria. Anézio Rodrigues ressaltou sua disposição em defender os participantes com transparência, respeito e educação.

Fábio Geraldo Oliveira Conde lembrou a importância do Conselho Fiscal para a correta administração do Instituto. “Trabalhamos para que os problemas do passado não se repitam e hoje temos um Postalis bem mais transparente, profissional e técnico”, avaliou. Ele abriu a palavra para Mozart Ferraz, que se despediu das funções após ter integrado o Conselho Fiscal primeiro como representante dos participantes, depois como indicado pelos Correios: “O Postalis era o patinho feio do segmento, mas hoje é exemplo e se destaca pelo trabalho sério e coeso”, disse.

Em nome do Conselho Deliberativo, Rogério Boueri Miranda cumprimentou também a Comissão Eleitoral pelo trabalho e ressaltou a contribuição dos colegiados para definir questões cruciais como a RTSA e a recuperação dos prejuízos de gestões passadas. “Aceitei essa responsabilidade ao me certificar que essa gestão está focada no presente e no futuro. A busca por reparação vai continuar e as dificuldades não vão nos paralisar ou nos impedir de seguir em frente”, afirmou.

 

 

Justiça concede mais uma vitória em ação contra o BNY Mellon

Ainda cabe recurso, mas juiz reconheceu direito do Instituto em reparação de R$ 4,15 milhões relativa a fundo imobiliário.

A Justiça concedeu ao Postalis mais uma vitória em ação de reparação de danos movida pelo Instituto contra o banco BNY Mellon, que atuou em gestões passadas como administrador e gestor de fundos de investimentos da entidade. O processo se refere a aquisição de cotas do Fundo Imobiliário General Shopping e a indenização, calculada até outubro de 2019, é de R$ 4,15 milhões, valor que será atualizado quando a sentença for liquidada, já que ainda cabe recurso.

A decisão, com data de 7 de junho de 2022, foi tomada por unanimidade pelos desembargadores da 22ª Câmara Cível do Rio de Janeiro. Eles reconhecem a responsabilidade dos réus por terem adquirido, em 2010, cotas do Fundo Imobiliário General Shopping equivalentes a 27,1% do patrimônio de investimentos estruturados, por meio do Fundo São Bento, exclusivo do Postalis e administrado pelo BNY Mellon. O percentual é superior aos 25% permitidos para Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPCs) de acordo com a então vigente Resolução 3792/09 do CMN. O administrador, além de submeter o Postalis a autuações pela Previc, gerou prejuízos devido à rentabilidade negativa do investimento e por não conseguir comercializar as cotas no mercado financeiro, como demandado pelo Instituto, alegando serem títulos de baixa liquidez.

“Demos mais um passo em nossa busca de recuperar o máximo possível dos prejuízos causados no passado do Postalis pelo BNY Mellon, como desejam nossos participantes e patrocinador”, celebra o gerente jurídico do Instituto, Filipe Botelho.

No dia 10 de maio de 2022, a 2ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro/RJ condenou o BNY Mellon a indenizar o Instituto por prejuízos causados na aquisição de direitos creditórios, em 2011, pelo Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios CJP (FIDC CJP). Este processo também está sujeito a recurso, leia mais aqui. Ambas as ações – assim como outras movidas pelo Instituto contra o banco – seguirão seu curso na justiça até a sentença final e, caso confirmadas, os valores recuperados serão incorporados ao patrimônio do Plano BD.

Postalis e nova Diretoria ADCAP realizam reunião remota

Na pauta diversos assuntos além da apresentação da diretoria recém-empossada da entidade representativa.

Na manhã da última terça-feira, 07 de junho, a Diretoria Executiva do Postalis se reuniu com a diretoria da ADCAP – Associação dos Profissionais dos Correios, recentemente empossada, para a apresentação do novo quadro de dirigentes daquela entidade, bem como para tratar de assuntos relativos ao Instituto.

A reunião foi solicitada pelo presidente da ADCAP, no que foi prontamente atendido. Do Postalis, estiveram presentes o Presidente, Paulo Humberto Cesar de Oliveira, o Diretor de Investimentos, Pedro Pedrosa, e o Diretor de Gestão Previdencial, Carlos Alberto Zachert; todos acompanhados dos seus assessores diretos. De parte da ADCAP participaram o Presidente, Roberval Correa, o Vice-Presidente, Mauricio Lourenzo, o Secretário-Geral, Rogiero de Andrade, o Diretor Administrativo e Financeiro, Luiz Alberto Menezes, o Diretor de Relações Externas, José Maria dos Santos, a Diretora Jurídica, Daniela Schweig e o Diretor de Aposentados e Previdência, Carlos Roberto de Santa’Ana.

Os representantes da ADCAP fizeram vários questionamentos, comentários e sugestões, tendo os dirigentes do Instituto, em especial o presidente Paulo Humberto, prestado os respectivos esclarecimentos e atualizações. Os principais temas tratados abrangeram: o novo plano CD e sua situação de aprovação na SEST – Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais, o equacionamento do déficit do plano BD, a questão da RTSA, a precificação dos ativos do Plano BD e o caso do banco BNY Mellon.

Ao final, a Diretoria Executiva do Postalis parabenizou os novos dirigentes da ADCAP e se colocou à disposição para quaisquer outros esclarecimentos futuros.

Expediente na Central de Atendimento 0800

Na próxima sexta-feira (03/06), a partir das 16 horas, o atendimento telefônico do Postalis estará indisponível por meio do número 0800 879 0300. O atendimento retornará ao normal na segunda-feira (06/06).

A Gerência de Relacionamento com o Participante (GRP/DGP) esclarece que a suspensão dos serviços decorre de um treinamento para capacitação da equipe.

A GRP orienta que caso o participante precise de atendimento ou alguma informação específica, poderá acessar os seguintes canais:

AUTOATENDIMENTO / POSTALIS ONLINE

FALE CONOSCO

PERGUNTAS FREQUENTES

call_center