Postalis apresenta a Associações as melhorias na governança e na gestão de investimentos

A diretoria executiva do Postalis apresentou nesta quarta-feira (27/09) as informações sobre o processo de investimentos, governança e gestão de recursos garantidores dos planos de previdência aos representantes de associações de participantes e assistidos com o objetivo de mostrar que essa nova gestão prioriza a transparência em todas as suas ações.

O presidente do Instituto, Camilo Fernandes dos Santos, destacou novamente o compromisso do Instituto com uma gestão responsável: “Não há espaço para erros ou aventuras. Temos hoje processos muito robustos de governança que envolvem avaliações de riscos, jurídica, comitês de investimentos e de auditoria e áreas técnicas capacitadas. Todos os nossos investimentos seguem na esteira da regulamentação e monitoramento, com supervisão mensal da Previc”, destacou.

O diretor de Investimentos, Carlos Alberto Zachert conduziu a apresentação, ao lado do diretor de Gestão Previdencial, Walison de Melo Costa. O diretor Zachert abordou o histórico dos investimentos do Postalis, contextualizou a intervenção federal e a precificação correta dos ativos, e o consequente aprimoramento do processo de investimentos, com projeções econômicas, estudos técnicos de alocação (ALM) e a construção da Política de Investimentos, aprovada pelo Conselho Deliberativo com os limites para a aplicação dos recursos. Detalhou também as ações de monitoramento de governança, de riscos e de fiscalização, juntamente com a composição atual das carteiras e performance dos planos.

Como exemplo das melhorias de governança, Zachert explicou que, no passado, as alocações até 2% da carteira própria estavam sob alçada única da Diretoria de Investimentos, entre 2% e 5% na alçada da Diretoria Executiva e apenas os valores superiores a 5% passavam pela aprovação do Conselho Deliberativo. No modelo atual, alocações até 2% são submetidas a toda a Diretoria Executiva e, acima deste valor, passam obrigatoriamente pela avaliação do Conselho Deliberativo.

A segregação de funções é outro avanço significativo, uma vez que as áreas responsáveis diretamente pelos investimentos e as encarregadas pelo controle agora respondem a diferentes instâncias. O Postalis hoje não mais permite a participação de diretores em Comitês de Investimentos, Riscos e Auditoria, que trabalham de forma independente fazendo análises e recomendações antes da tomada de decisão. E conta com um amplo conjunto de manuais com diretrizes seguidas fielmente, além de manter toda a documentação dos investimentos registradas em sistema, o que não ocorria no passado. “Hoje quem aprova ou não um investimento não é a figura de um diretor ou conselheiro, mas o próprio processo, o que traz mais segurança”, afirmou Walison Costa, diretor de Gestão Previdencial.

Juntamente com estas melhorias, a implantação do Canal de Denúncias e a reformulação do Código de Ética fortalecem o processo e permitem responsabilização em caso de irregularidades. Como resultado, o Postalis voltou a ter credibilidade no mercado financeiro, atraindo o interesse de gestores de investimentos quando são abertos processos de seleção. E a performance dos planos tem melhorado significativamente, assim como o volume de recursos recuperados de investimentos malsucedidos do passado.

Participaram do evento híbrido (presencial e online) membros do Conselho Deliberativo como o presidente Hudson Alves e o presidente substituto Vinícius Moreno, membros do Conselho Fiscal como o presidente Fábio Conde, representantes da patrocinadora Correios, lideranças da FINDECT, FENTECT, FAACO, ADCAP, ANIPP, ABRAACO dentre outras associações, além de trabalhadores do Postalis.

Postalis convida Previc para participar da reunião do Conselho Deliberativo

O Postalis recebeu hoje (22), a Equipe de Supervisão Permanente da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), para participar de uma reunião com o Conselho Deliberativo e a Diretoria Executiva do Instituto.

Essa nova gestão tem como principal meta, priorizar a transparência e buscar as melhores práticas para proteger o patrimônio e a continuidade do fundo de pensão que é considerado um dos mais importantes do País.

Para Camilo Fernandes, presidente do Postalis é muito importante manter essa proximidade com o órgão de fiscalização da previdência complementar: “Ter essa aproximação nos dá tranquilidade e segurança para essa nova gestão que, prioriza transparência em todas as suas ações e se mantem atenta a uma evolução contínua”, disse.

Na oportunidade, foram debatidos temas relacionados à governança, publicidade de informações, transparência, ataque cibernético, riscos sistêmicos, investimentos, equacionamento e outros assuntos.

O diretor de Investimentos, Carlos Alberto Zachert também enfatizou a importância dessas discussões com a Previc: “Assim podemos mostrar nosso comprometimento e profissionalismo na gestão do patrimônio dos nossos associados, ponderando os riscos envolvidos além da rentabilidade”, completou.

“O momento exige transparência e comunicação. Estamos intensificando o contato com os participantes e assistidos através das entidades que os representam, atualizações regulares no site do Postalis e presença ativa no Instagram, LinkedIn e outras plataformas.”, acrescentou Walison Costa, diretor de Gestão Previdencial do Postalis.

A Previc, órgão fiscalizador do segmento de previdência complementar realiza reuniões mensais com a Diretoria Executiva, trimestrais com o Conselho Deliberativo e Fiscal e constantemente com as áreas do Postalis.

O presidente do Conselho Deliberativo, Hudson Silva, mencionou que: “houve um avanço significativo na governança do Postalis devido ao aperfeiçoamento dos controles internos e à transparência das informações. A proximidade entre o Postalis, Previc e Correios tem auxiliado significativamente no processo de melhoria contínua do Postalis.”.

Do ponto de vista dos conselheiros Bianka Neves, Caio Oliveira e Thiago Moura ressaltaram a importância de uma comunicação efetiva e afirmaram que a atual gestão vem atuando nesse sentido.

Ao longo do dia, o coordenador da equipe de supervisão da Previc, Estevam Bryan, e os demais membros, Srs. Pedro Kakitani e Clovis Coelho, participaram de outras reuniões na sede, com a Gerência de Controles Internos e Compliance (GCC), Gerência de Relacionamento com o Participante (GRP) e com a Gerência de Governança de Investimentos (GGI).

Balanço de 2022 é aprovado pelo Conselho Deliberativo

Além dos membros do COD e COF, reunião contou com a presença do Comitê de Auditoria, dos auditores externo e interno, além de gestores e assessores do Instituto

Na manhã de sexta-feira (17/03), foi realizada na sede do Postalis em formato híbrido (presencial e por videoconferência) a 5ª Reunião Extraordinária do Conselho Deliberativo, quando foram apresentadas e submetidas à aprovação as Demonstrações Contábeis, referentes ao Exercício de 2022.

Na oportunidade, participaram os membros do Conselho Deliberativo (Hudson Alves, Thiago Kovalski, Bianka Neves, Edgard Cordeiro, Caio Felix e Anézio Rodrigues), do Conselho Fiscal (Fábio Conde, José Olibério Alves, Gerson Machado e José Renato Corrêa), do Comitê de Auditoria (Cleverson Lopes e Diego França), o Auditor Externo contratado (Ricardo Cavalcante, da Moore Auditores), o Auditor Interno (João Davi Araújo), os atuários responsáveis pelos planos de benefícios (Mariana Sabino e Jorge João Sobrinho, da Mercer Consulting Ltda), o Presidente interino e Diretor de Gestão Previdencial (Carlos Alberto Zachert), o Diretor de Investimentos interino (Carlos Vinicius de Deus), além de gerentes e assessores do Instituto. Essa forma participativa adotada ao evento trouxe maior transparência e melhor dinâmica, na prestação de contas pela Diretoria Executiva.

O balanço foi aprovado sem ressalvas, porém com ênfase na situação deficitária do Plano BD saldado. O PBD encerrou o exercício com déficit acumulado de R$ 8,7 bilhões aproximadamente, o que explicita a necessidade urgente de implementar o plano de equacionamento ora em análise pela SEST e Patrocinador. Diferentemente, o plano Postalprev apresentou superávit em suas contas no valor de R$ 39,9 milhões.

Na próxima quarta-feira (22/03), a partir das 18hs, a Diretoria Executiva apresentará aos participantes, por meio de mais uma LIVE, no Canal do Postalis (Youtube), o resultado do Balanço de 2022. Na oportunidade, o presidente Carlos Zachert também fará atualizações sobre outros temas atuais e de grande relevância aos participantes.

O link para participar da LIVE é:
https://www.youtube.com/watch?v=7j8hW-wSF04 

Postalis mantém o menor custo per capita entre as EFPCs/ESI do país

Segundo levantamento da Previc, custo administrativo do Instituto por participante corresponde a R$ 28 ao mês

O relatório anual da Previc, órgão fiscalizador das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPCs), sobre despesas administrativas aponta que, mais uma vez, o Postalis se destaca com um dos menores custos aos participantes no País.

Em 2021, cada ativo, aposentado e pensionista do Instituto representou despesa de R$ 338,70 no ano, o que corresponde a R$ 28,22 ao mês. É o menor valor entre as 17 entidades que são consideradas sistemicamente importantes (ESI) pela Previc, ou seja, as que por seu porte possuem mais relevância para o segmento como um todo.

Como referência, neste grupo de ESIs a média de despesa per capita é de R$ 2.358,52 ao ano, ou R$ 196,54 mensais. O valor médio é quase sete vezes maior do que o praticado pelo Postalis, o que demonstra elevada eficiência operacional da estrutura atual da entidade, focada na prestação de serviços com qualidade, mantendo um rígido controle de gastos.

O indicador da Previc considera os custos administrativos – com pessoal, serviços de terceiros, treinamentos, viagens e outros que a entidade necessita para funcionar e atender seus participantes dividido pelo número total de participantes e beneficiários dos planos de previdência.

Clique aqui para acessar o relatório completo: https://www.gov.br/previc/pt-br/publicacoes/estudos/serie-de-estudos/11a-serie-de-estudos.pdf

Postalis empossa Conselhos Deliberativo e Fiscal para novos mandatos

Representantes eleitos pelos assistidos e indicados pela patrocinadora ficarão nos cargos até 2026.

O Postalis realizou nesta quarta-feira (22/06), em cerimônia híbrida – presencial e por videoconferência – a posse de integrantes dos Conselhos Deliberativo e Fiscal para os mandatos dos próximos quatro anos, até 22/06/2026. Os atuais presidentes de ambos os colegiados foram reconduzidos aos cargos por votação unânime de seus pares: Rogério Boueri Miranda, indicado pela patrocinadora Correios, segue comandando o Conselho Deliberativo (COD) e Fábio Geraldo Oliveira Conde foi escolhido pelos assistidos para continuar à frente do Conselho Fiscal (COF).

Escolhidos pelos participantes em processo eleitoral auditado, tomaram posse os novos conselheiros titulares Anézio Rodrigues, no Conselho Deliberativo, e José Olibério Alves, no Conselho Fiscal, assim como o suplente do COF Geraldo de Jesus França. O suplente eleito para o COD, Joaquim Edeval Regis Magalhães, participou do evento e aguarda sua habilitação pela Previc para assinar o termo de posse.

Também assumiram novos mandatos os conselheiros deliberativos indicados pelos Correios: André de Castro Silva, titular, e seu suplente Aurélio Maduro de Abreu, além de George Louis Hage Humbert, titular, cuja suplência será definida pela patrocinadora e posteriormente habilitada pela Previc. Como conselheiros fiscais, foram empossados os representantes dos Correios Gerson Nogueira Machado de Oliveira (titular) e Júlio Cesar Oliveira (suplente).

A cerimônia contou ainda com a participação dos três diretores executivos do Postalis, membros da Comissão Eleitoral e gestores do Instituto. O presidente Paulo Humberto Cesar de Oliveira agradeceu aos conselheiros que encerraram seus mandatos e saudou os atuais integrantes. Entre os eleitos, José Olibério Alves falou de sua motivação para “sair da zona de conforto e defender mais de 130 mil participantes” que depositaram seus salários no sonho da aposentadoria. Anézio Rodrigues ressaltou sua disposição em defender os participantes com transparência, respeito e educação.

Fábio Geraldo Oliveira Conde lembrou a importância do Conselho Fiscal para a correta administração do Instituto. “Trabalhamos para que os problemas do passado não se repitam e hoje temos um Postalis bem mais transparente, profissional e técnico”, avaliou. Ele abriu a palavra para Mozart Ferraz, que se despediu das funções após ter integrado o Conselho Fiscal primeiro como representante dos participantes, depois como indicado pelos Correios: “O Postalis era o patinho feio do segmento, mas hoje é exemplo e se destaca pelo trabalho sério e coeso”, disse.

Em nome do Conselho Deliberativo, Rogério Boueri Miranda cumprimentou também a Comissão Eleitoral pelo trabalho e ressaltou a contribuição dos colegiados para definir questões cruciais como a RTSA e a recuperação dos prejuízos de gestões passadas. “Aceitei essa responsabilidade ao me certificar que essa gestão está focada no presente e no futuro. A busca por reparação vai continuar e as dificuldades não vão nos paralisar ou nos impedir de seguir em frente”, afirmou.

 

 

Conselhos Deliberativo e Fiscal aprovam o Balanço de 2021

Reunião foi realizada nesta terça-feira (22) e marcou o retorno presencial dos conselheiros.

Na 1ª Reunião Extraordinária do Conselho Deliberativo do Postalis em 2022 foram apresentadas e submetidas à aprovação as Demonstrações Contábeis – Exercício 2021. O evento teve a presença do Conselho Fiscal e da Diretoria-Executiva, além do Comitê de Auditoria, da Consultoria Atuarial Mercer e da Auditoria Independente Moore.

O presidente do Instituto, Paulo Humberto de Oliveira, saudou os presentes e ressaltou que apesar dos resultados e avanços na governança e administração do Postalis, a persistência da pandemia de COVID-19 dentre outros motivos, afetou sobremaneira os mercados mundiais e consequentemente, o atingimento das metas estipuladas para 2021. “Continuaremos atuando com seriedade e transparência no intuito de devolver o Postalis ao lugar de reconhecimento que ele merece”, afirmou.

O Plano BD encerrou o exercício com déficit acumulado da ordem de R$ 7,8 bilhões, aproximadamente. Já o plano Postalprev apresentou superávit acumulado de R$ 5,5 milhões.

Nesta quarta-feira (23), a Diretoria Executiva, juntamente com gestores do Instituto, apresentará o Balanço de 2021 e a atualização de temas importantes aos nossos participantes. O evento acontece às 18 horas e 30 minutos e será transmitido pelo Canal do Postalis no Youtube. O link da LIVE é: https://youtu.be/VvPguZNcyrw . Para participar do CHAT AO VIVO, o(a) participante deve se inscrever no canal e acionar o sino de notificação.d

PREVIC indica que Despesas Administrativas caíram 39,5% em 3 anos

Relatório aponta que Postalis tem um dos menores custos per capita da previdência complementar fechada no Brasil

O processo de recuperação do Postalis, fundo de pensão dos Correios, tem mostrado resultados também nas despesas administrativas. Os valores gastos para manter o Instituto (aluguel, sistemas, pessoal e demais fornecedores) caíram 39,5% desde 2017, ano em que teve início a intervenção. A atual gestão tem continuado com a otimização dos processos para tornar os custos ainda mais adequados.

A economia com despesas administrativas foi de R$ 35,3 milhões entre 2017 e 2019. Com isso, a relação entre os custos totais e o patrimônio gerido pela entidade é de 0,59%. Em 2017 o indicador era de 1,26%  e em 2018 de 0,81%.  O índice calculado pelo órgão regulador da previdência complementar fechada, a Previc, mostra o recuo nos últimos anos.

Considerando o custo por participante, o número do Postalis é um dos menores do segmento de previdência complementar fechada. Cada participante ou assistido do Instituto arca com menos de R$ 35 por mês com a administração de seu fundo de pensão. Como comparação, a média deste custo entre as demais entidades consideradas pela Previc como Entidades Sistemicamente Importantes (ESI) é de R$ 116 por participante/mês, um valor 231% superior ao do Postalis.

Fonte: Relatório Previc – Superintendência Nacional de Previdência Complementar

 

 

Conselho Fiscal empossa novos integrantes

Com mandatos até 2022 e 2024, conselheiros representam participantes, assistidos e o patrocinador

Em cerimônia realizada por videoconferência nesta quinta-feira (22/10), o Postalis empossou seis novos integrantes de seu Conselho Fiscal,
escolhidos por meio de votação dos participantes e assistidos e indicados pelo patrocinador, os Correios.

As chapas vencedoras elegeram Anézio Rodrigues e seu suplente, Hélio Geraldo de Rezende, além de Débora Adriana Nunes Henrique, suplente do Conselho Fiscal, que assumiu interinamente a presidência do colegiado. Também foram empossados os indicados pelos Correios, Clarice de Souza Coutinho de Moura Alves (e sua suplente Mércia da Silva Pereira) e Mozart Gomes Ferraz. Os mandatos irão até junho de 2022 – casos da conselheira Débora Henrique, da chapa mais votada, e da indicada Clarice Alves e sua suplente – e junho de 2024, para o conselheiro Mozart Ferraz.

O conselheiro titular eleito pelos participantes, Fábio Geraldo de Oliveira Conde, e o membro suplente do conselheiro Mozart Gomes, Hudson Alves da Silva (indicado pelo patrocinador) aguardam aprovação do órgão regulador, a Previc, para iniciar seus mandatos.

A posse teve a presença do Presidente do Postalis, Paulo Humberto de Oliveira, do Diretor de Investimentos, Pedro Pedrosa, de membros da comissão eleitoral e de representantes das associações de participantes e assistidos.