abrir

Interventor faz balanço dos primeiros 30 dias

terça-feira, 14 de novembro, de 2017, 8:10. Assuntos: , , , ,
Imprimir | Versão em PDF Enviar por email

Redução de custos administrativos, corte de pessoal e revisão de contratos são destaques.

Na última sexta-feira (10/11),  o interventor Walter de Carvalho Parente se reuniu com a equipe de colaboradores do Postalis, em Brasília, para fazer um balanço das ações dos primeiros 30 dias de administração.

Walter Parente falou sobre a importância da atuação do Grupo de Apoio à Gestão, nomeado por ele logo no início do processo. Ele é formado por 05 colaboradores de carreira do Postalis e é composto por gerentes e assessores de diversas áreas. Segundo o interventor, o grupo é responsável por propor, discutir e coordenar as ações de restruturação da entidade e tem papel fundamental, pois é constituído de pessoas que conhecem o instituto e podem  auxiliá-lo na tomada de decisões.

O interventor reafirmou a necessidade de redução dos custos administrativos do Postalis e da consequente diminuição do quadro de funcionários. Desde o início da intervenção foram desligados 29 colaboradores do instituto representando um enxugamento de 15% do quadro. Segundo ele, o momento atual requer medidas drásticas e a redução no quadro de pessoal lamentavelmente é uma delas. Parente ponderou que, para não cometer injustiças, contou com o Grupo de Apoio e gerentes das áreas para definir os cortes sem que as atividades fossem afetadas.

Walter Parente disse que apesar do momento difícil vivido pela organização, a intervenção é positiva para os associados. “O compromisso da Previc é com os participantes dos planos de benefícios, bem como, com a sustentabilidade da entidade de previdência complementar”, destacou.

Assista o vídeo: Entenda o Déficit no Plano BD e suas causas

Ainda com foco na redução de custos e adequação do Postalis às práticas de mercado, Walter Parente enumerou outras importantes demandas feitas por ele ao Grupo de Apoio.  Um estudo sobre a viabilidade da substituição das operações nos Núcleos Regionais por uma Central de Atendimento aliada ao autoatendimento online é uma delas.

O interventor fez questão de destacar a revisão de todos os contratos de prestação de serviços, especialmente aqueles relacionados às áreas – Jurídica e de Investimentos. Ele reiterou que todas essas ações têm como objetivo adequar os custos operacionais do instituto à sua realidade.

O grupo também trabalha na mudança de local da sede do instituto, considerando a redução do quadro de pessoal e a péssima situação do imóvel atualmente alugado pela entidade.

Por fim, Walter falou sobre o criterioso trabalho de precificação dos ativos dos dois planos com o objetivo de diagnosticar a real situação econômica de cada um.

“Esse é um processo de purificação do Instituto. Ao final, teremos como resultado um Postalis melhor”, concluiu.

Portaria Previc 955 – Intervenção no Postalis

Imprimir | Versão em PDF Enviar por email